29
Fev 16
publicado por Alexandre Burmester, às 22:53link do post

avalanche_video_northern_norway-600x337.jpg

 

Umas linhas para fazer uma análise acerca das perspectivas para esta Super Terça-Feira, entre os republicanos, e suas consequências.

 

As últimas sondagens dão um significativo apoio a Donald Trump:

 

- CNN/ORC (sondagem nacional): Trump 49%, Rubio 16%, Cruz 15%

- Texas (Emerson): Cruz 35%, Trump 32%, Rubio 16%

- Texas (ARG): Cruz 33%, Trump 32%, Rubio 17%

- Alabama (Monmouth): Trump 42%, Rubio 19%, Cruz 16%, Carson 11%

- Oklahoma (Monmouth): Trump 35%, Cruz 23%, Rubio 22%

- Georgia (Trafalgar Group - R): Trump 39%, Rubio 24%, Cruz 21%

- Massachusetts (UMass Amherst): Trump 47%, Rubio 15%, Cruz 15%, Kasich 11%

- Michigan (MRG): Trump 33%, Rubio 18%, Cruz 18%, Kasich 10%

- Kentucky (Western Kentucky Univ): Trump 35%, Rubio 22%, Cruz 15%

(dados do Real Clear Politics)

 

A sondagem nacional poderá ser um "outlier", para usar jargão dos técnicos de sondagens, ou seja, uma sondagem isolada que vai contra a tendência geral, e , como tal, não ser muito credível. A ser fidedigna, representa um substancial aumento do apoio a Donald Trump.

 

A nível dos estados que nesta terça-feira vão às urnas, as sondagens a que dou mais relevo são as do Texas, muito semelhantes uma à outra. Mostram que Ted Cruz corre o risco de não ganhar o seu próprio estado, o que poderia representar o fim da sua corrida (se tal prognóstico se pode fazer num ano como este) e mostram ainda que Marco Rubio poderá não angariar nenhuns delegados nesse estado (o mais importante dos que votam nesta terça-feira), pois o Texas exige um mínimo de 20% dos votos para atribuir delegados.

 

Dado que há estados que exigem 15% e outros 20% como mínimo para a atribuição de delegados, Cruz e Rubio correm o risco de, em alguns estados, não conseguirem qualquer delegado. E, a partir de 15 de Março, as primárias passam a atribuir a totalidade dos delegados ao vencedor em cada estado.

 

O racional para a continuidade de John Kasich na campanha é a expectativa de conseguir bons resultados nos estados industrializados do Norte e do Midwest, mas olhando para as sondagens de Michigan e Massachusetts, esse seu objectivo parece utópico.

 

Acho que a Super Terça-Feira de 1 de Março poderá ser uma autêntica avalanche favorável a Donald Trump.

 


De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds