04
Jun 10
publicado por José Gomes André, às 02:24link do post

Trata-se da expressão habitualmente usada para designar disputas eleitorais muito equilibradas, onde as características do confronto político e as sondagens tornam virtualmente impossível apontar um favorito à vitória. Curiosamente, neste ano eleitoral de 2010 existem várias disputas deste tipo, nomeadamente nas eleições para o Senado. À partida, já se esperavam duelos renhidos no Ohio, no Colorado ou na Florida, mas recentes estudos de opinião revelam que o leque é bem mais alargado: também a Pensilvânia, o Nevada e o Missouri são verdadeiros toss-ups por esta altura.

 

Na Pensilvânia, a derrota de Specter nas Primárias parece ter relançado as hipóteses Democratas, aparecendo Joe Sestak pela primeira vez à frente de Pat Toomey em duas sondagens. No Nevada, o mal-amado Harry Reid surge também em franca recuperação e, perante uma luta fratricida nas Primárias Republicanas, poderá até vencer uma eleição que muitos vaticinavam como praticamente perdida há escassas semanas. Missouri e Ohio (actualmente assentos Republicanos) estão em verdadeiro empate técnico. E atenção aos bastiões Democratas de Washington e Califórnia: em condições normais, Patty Murray e Barbara Boxer são favoritas a manter os seus lugares, mas perante candidatos específicos (Dino Rossi em Washington e Tom Campbell na Califórnia), as sondagens apontam igualmente para disputas equilibradas.

 

O dia 2 de Novembro promete.

 


De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



Em destaque
José Gomes André

Investigador de Filosofia Política, redigiu tese de doutoramento sobre James Madison. Autor de "Sistema Político e Eleitoral Norte-Americano: um Roteiro" (Esfera do Caos, 2008). Escreve também no Delito de Opinião.
ver perfil
ver posts
Nuno Gouveia

Autor de uma tese de mestrado sobre as eleições presidenciais americanas de 2008. Escreve também no 31 da Armada e Cachimbo de Magritte.
ver perfil
ver posts
Alexandre Burmester

Define-se como um "ávido seguidor amador" da política americana, que acompanha há mais de 40 anos. As suas habilitações académicas situam-se na área da Língua e Literatura Inglesas e foi quadro de uma multinacional canadiana
ver perfil
ver posts
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds