27
Mai 10
publicado por Nuno Gouveia, às 15:44link do post

O caso até nem é novo, mas ameaça tornar-se num verdadeiro embaraço para a Administração Obama. Admito a minha surpresa por nenhum órgão de comunicação social português ter feito referência a este assunto, que pode tornar-se num "Plame affair" de Barack Obama.


A notícia surgiu durante a campanha para as primárias democratas da Pennsylvania para o Senado, onde Joe Sestak enfrentou e derrotou o senador Arlen Specter, o preferido de Barack Obama e do establishment democrata. Sestak acusou a Administração de lhe ter proposto um cargo no governo em troca da sua desistência em favor de Specter. Isto pode configurar crime de corrupção e suborno, e talvez por isso, este caso já está sob ameaça de investigação no congresso. Vários republicanos têm apelado a um total esclarecimento desta situação, que pode tornar-se muito incómoda para Obama. Até ao momento tanto a Casa Branca como Joe Sestak têm mantido um silêncio que está a tornar-se ensurdecedor. O candidato ao senado tem-se limitado a manter a declaração, sem no entanto dizer quem lhe fez a proposta ou que cargo lhe ofereceram. Robert Gibbs, secretário da imprensa, apenas referiu que os advogados da Casa Branca observaram as conversações com Sestak e concluíram que nada de inapropriado aconteceu. Muito pouco, quando parece óbvio que oferecer um cargo em troca da desistência de uma candidatura é crime.


Quando pela primeira vez este caso surgiu na imprensa, revelado pelo próprio Sestak, fiquei surpreendido pelos republicanos não terem pegado logo nisto: mas agora percebo melhor a estratégia encetada. Primeiro deixaram que as primárias democratas tivessem lugar, para agora atacarem a Administração pelo seu envolvimento neste assunto, e o próprio Sestak, que está numa luta renhida com o republicano Pat Toomey.


De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



Em destaque
José Gomes André

Investigador de Filosofia Política, redigiu tese de doutoramento sobre James Madison. Autor de "Sistema Político e Eleitoral Norte-Americano: um Roteiro" (Esfera do Caos, 2008). Escreve também no Delito de Opinião.
ver perfil
ver posts
Nuno Gouveia

Autor de uma tese de mestrado sobre as eleições presidenciais americanas de 2008. Escreve também no 31 da Armada e Cachimbo de Magritte.
ver perfil
ver posts
Alexandre Burmester

Define-se como um "ávido seguidor amador" da política americana, que acompanha há mais de 40 anos. As suas habilitações académicas situam-se na área da Língua e Literatura Inglesas e foi quadro de uma multinacional canadiana
ver perfil
ver posts
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds