27
Mai 10
publicado por Nuno Gouveia, às 15:44link do post | comentar

O caso até nem é novo, mas ameaça tornar-se num verdadeiro embaraço para a Administração Obama. Admito a minha surpresa por nenhum órgão de comunicação social português ter feito referência a este assunto, que pode tornar-se num "Plame affair" de Barack Obama.


A notícia surgiu durante a campanha para as primárias democratas da Pennsylvania para o Senado, onde Joe Sestak enfrentou e derrotou o senador Arlen Specter, o preferido de Barack Obama e do establishment democrata. Sestak acusou a Administração de lhe ter proposto um cargo no governo em troca da sua desistência em favor de Specter. Isto pode configurar crime de corrupção e suborno, e talvez por isso, este caso já está sob ameaça de investigação no congresso. Vários republicanos têm apelado a um total esclarecimento desta situação, que pode tornar-se muito incómoda para Obama. Até ao momento tanto a Casa Branca como Joe Sestak têm mantido um silêncio que está a tornar-se ensurdecedor. O candidato ao senado tem-se limitado a manter a declaração, sem no entanto dizer quem lhe fez a proposta ou que cargo lhe ofereceram. Robert Gibbs, secretário da imprensa, apenas referiu que os advogados da Casa Branca observaram as conversações com Sestak e concluíram que nada de inapropriado aconteceu. Muito pouco, quando parece óbvio que oferecer um cargo em troca da desistência de uma candidatura é crime.


Quando pela primeira vez este caso surgiu na imprensa, revelado pelo próprio Sestak, fiquei surpreendido pelos republicanos não terem pegado logo nisto: mas agora percebo melhor a estratégia encetada. Primeiro deixaram que as primárias democratas tivessem lugar, para agora atacarem a Administração pelo seu envolvimento neste assunto, e o próprio Sestak, que está numa luta renhida com o republicano Pat Toomey.


Disgusting.

Já agora, a velhaca da Nancy Pelosi também não subornou congressistas para que votassem a favor da reforma da saúde?
Filipe Abrantes a 27 de Maio de 2010 às 16:51

Pois, essa Pelosi é insuportável e não me admirava nada q tivesse subornado alguns congressistas. A campanha do GOP é fantástica "Fire Pelosi". Até ao momento a governação Obama tem sido um falhanço. Agora vamos ver qual o truque mediático q ele arranjará para tentar vencer as eleições em Novembro e em 2012, truque esse apoiado pela esquerda europeia. Aguardamos para ver, porque até agora tudo o q ele fez foi um falhanço e basta ver a sua popularidade para perceber isso. Já agora, hoje Obama deu mais um tiro no pé ao deixar cair a luta contra o terrorismo. Claro que na europa irão aprecer os grandes ilumindados da esquerda a elogiar esta medida, mas tenho sérias dúvidas que os americanos concordem com isto quando num espaço de meses já tiveram 2 atentados falhados. A ver vamos.
joana martins a 27 de Maio de 2010 às 17:23

"Admito a minha surpresa por nenhum órgão de comunicação social português ter feito referência a este assunto (...)".

Pois eu não fico nada surpreendido, caro Nuno. Nós sabemos o que a casa gasta! Tem visto alguma referência especial à queda da popularidade do Obama ? Ontem a Rasmussen dava-lhe os números mais baixos desde que é presidente, por exemplo.

Quanto ao caso Sestak , se eles estivessem em Portugal diriam: "mas desde quando é que a Administração não pode oferecer empregos a pessoas capazes e competentes? Isso agora é proibido?" Mas só diriam isto depois de terem negado o caso umas 50 vezes.

Contudo estão na América e aí as coisas fiam mais fino. Os americanos são uns esquisitos e acham que a vida pública tem de ter um mínimo de padrões éticos. São gente de outro planeta, claro, ou das cavernas, que não tiveram a sorte de nascer na iluminada Europa Continental. Tenho pena deles.
Alexandre Burmester a 27 de Maio de 2010 às 19:11

Faço minhas as suas palavras, Alexandre.

E, Nuno, a sua surpresa... surpreende-me. Não o tinha por ingénuo... ;-)

A mim surpreende-me pelo furo que é.
Os Republicanos têm sido apanhados a um ritmo quase mensal em trafulhices, em casas de banho com homens, em tráfico de influências, etc. Parece estar nos genes daquela agremiação. Isso é algo raro nos Democratas.
A notícia deveria ser o homem que mordeu o cão.
Radagast a 28 de Maio de 2010 às 09:32

A Administração Obama já controla/nacionalizou parte inportante da Indústria automóvel, Finança, Saúde ...
(por mais pouco tempo, diga-se).
Entretanto o programático ódio de estimação, "os capitalistas americanos", dos PCs, BEs e da esquerda em geral, continua a ser o "mantra". Será que são mesmo analfabetos? :-)
JS a 28 de Maio de 2010 às 11:25

Isto não é nenhum escândalo, todos os presidentes na história dos EUA fizeram isto. Quase todos os especialistas em ética já vieram a público dizer que não se passou nada de errado.
HCarvalho a 30 de Maio de 2010 às 14:26

"especialistas em ética" - Gostava de saber quem são estes génios...

Em destaque
José Gomes André

Investigador de Filosofia Política, redigiu tese de doutoramento sobre James Madison. Autor de "Sistema Político e Eleitoral Norte-Americano: um Roteiro" (Esfera do Caos, 2008). Escreve também no Delito de Opinião.
ver perfil
ver posts
Nuno Gouveia

Autor de uma tese de mestrado sobre as eleições presidenciais americanas de 2008. Escreve também no 31 da Armada e Cachimbo de Magritte.
ver perfil
ver posts
Alexandre Burmester

Define-se como um "ávido seguidor amador" da política americana, que acompanha há mais de 40 anos. As suas habilitações académicas situam-se na área da Língua e Literatura Inglesas e foi quadro de uma multinacional canadiana
ver perfil
ver posts
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog