05
Set 12
publicado por Nuno Gouveia, às 10:02link do post

Ontem não tive a oportunidade de assistir ao discurso de Michele Obama. Pelo que li foi muito bem recebido, e será certamente uma ajuda valiosa à candidatura de Barack Obama. Antes dela falou Julian Castro, o Mayor de San António no Texas, outro discurso que não ouvi e que terá causado boa impressão. Principalmente pelo discurso da Primeira Dama, e o mais importante da noite, este primeiro dia da convenção terá sido muito positivo para as aspirações democratas. Mas deixo aqui um comentário ao que pude assistir:

 

Pontos positivos:

- discurso de Tammy Duckworth, candidata ao congresso no Illinois, e veterana do Iraque que ficou sem duas pernas. Uma imagem poderosa acompanhada por um bom discurso, que foi elogiado tanto à esquerda como à direita.

- aproveitamento de um vídeo de homenagem a Ted Kennedy para atacar Mitt Romney. Um momento que servirá para dar alento aos críticos do candidato republicano.

- aproveitamento da política externa, onde os democratas têm, algo raro, apresentado vantagem sobre os republicanos. A utilização de veteranos de guerra serve perfeitamente para relembrar isso. 

- Os "attack dogs" prestaram um bom serviço a Obama, especialmente Ted Strickland do Ohio e Martin O’Malley do Maryland.

 

Pontos negativos:

- demasiado enfoque dado às questões sociais, especialmente ao aborto. Neste momento os americanos estão preocupados sobretudo com a falta de emprego e a desaceleração da economia. Ao contrário dos republicanos, que deixaram os seus "guerreiros sociais" de fora da convenção, os democratas apostaram nestes temas. E nem sei até que ponto é eficaz: a maioria dos americanos considera-se pro-life e é bem mais próxima da posição de Romney.

- o mesmo para os ditos "assuntos de mulheres". Os democratas estão a tentar arranjar um meio de retirar votos aos republicanos entre as mulheres, e por isso, arranjaram esta "war on women". Tem tido vantagem nesse assunto, mas não faz sentido ocupar tanto espaço com isso e nem os eleitores estão para aí virados.

- falta de resposta para a pergunta "Are You Better off?". Os democratas caíram na ratoeira dos republicanos e ainda não conseguiram arranjar uma resposta convincente. Ontem as sondagens que foram publicadas apresentaram todas números negativos para esta questão, e os democratas necessitam de dar a volta a estes números. Talvez não chegue atacar Mitt Romney.


De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds