18
Jul 12
publicado por Nuno Gouveia, às 13:38link do post

 

O último ano foi pródigo em investimentos televisivos tendo como pano de fundo o complexo mundo da política norte-americana. Já aqui dei conta da fantástica série protagonizada por Kelsey Grammer, The Boss, do canal Starz, que aborda, não tão ficcionadamente como possa parecer, a política de Chicago e a corrupção endémica que afecta a Wind City. Esta é, talvez, a minha série preferida dos últimos anos, onde o espectador é convidado a mergulhar no dark side da política.

 

De uma forma totalmente diferente, Veep é uma comédia da HBO, que tem na protagonista principal, a actriz popularizada por Seinfeld, Julia Louis-Dreyfus, uma Vice Presidente desajeitada e sem poder real, (mal) acompanhada por um staff de assessores muito pouco profissionais.

 

Scandal, da ABC, leva-nos aos bastidores da Casa Branca, guiados por uma ex-assessora perita em resolver escândalos. Esta, inspirada na famosa PR Judy Smith, que chegou a trabalhar com George H. Bush, vê-se envolvida numa trama de suspense na tentativa de salvar a presidência do seu amante, um republicano moderado que tem uma Vice Presidente conservadora.

 

Já durante este Verão estreou Newsroom de Aaron Sorkin, uma série que nos mostra a política do ponto de vista de uma redacção de um canal de notícias, onde a subjectividade e a parcialidade é norma, apesar de o quererem apresentarem de outra forma. Protagonizada pelo gigante Jeff Daniels, esta série da HBO tenta fazer uma crítica mordaz aos canais de cabo, onde a notícia é tantas vezes relegada para segundo plano. Diga-se que as críticas não têm sido muito positivas. 

 

Por fim, esta fim de semana estreou no USA Network Political Animals, uma série que nos conta a história de uma Secretária de Estado que perdeu a nomeação Democrata e que se divorciou do seu marido no dia em que perdeu as primárias, sendo este um mulherengo inveterado e antigo Presidente dos Estados Unidos. Familiar... 

 

Cinco séries que estrearam no último ano que têm em comum o mundo da político. Acreditando que a realidade é quase sempre é bem mais interessante do que a ficção, estas são, à sua maneira, uma boa oportunidade para espreitar a política americana. 

tags:

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds