30
Mar 10
publicado por Nuno Gouveia, às 00:20link do post | comentar

 

Uma das eleições mais interessantes do próximo mês de Novembro será na Pensilvânia. Arlen Specter, senador desde 1981, luta pela sobrevivência. Depois de ter sido democrata até 1966, ano em que foi eleito como Procurador de Filadélfia, Specter foi ao longo da sua carreira política uma voz moderada no Partido Republicano. No ano passado, sob ameaça de uma derrota nas primárias republicanas, e com o apoio do de Barack Obama e Harry Reid, mudou de partido, oferecendo a maioria de 60 senadores ao Partido Democrata.

 

Como se pode ver nesta reportagem da CNN, a reeleição para Specter é uma grande incógnita. Em princípio, e segundo todas as sondagens conhecidas, deverá conseguir vencer as primárias democratas contra o congressista Joe Sestak. Mas contra o favorito republicano, o antigo congressista Pat Toomey, o cenário é bem diferente. A maioria das sondagens atribui favoritivismo a Toomey, e o contexto muito desfavorável aos democratas poderá indicar que, como esta peça da CNN diz, Specter poderá estar mesmo no fim da linha.


Será uma eleição muito interessante, sem dúvida. Mas aponto desde já duas discordâncias: embora naturalmente fosse movido também por questões estratégicas, acho que Specter mudou de partido essencialmente por questões ideológicas. Foi uma decisão de princípio, e não tanto uma "manobra" motivada pelo medo de perder o cargo, parece-me.

Por outro lado, e embora os Reps liderem a maioria das sondagens, importa dizer que os números mostram um verdadeiro toss-up! :) Ainda tudo está por decidir na Pensilvânia...
José Gomes André a 30 de Março de 2010 às 00:31

Sobre as mudanças ideológicas: curioso como esperou que a Administração Bush terminasse, curioso como não declarou o apoio a Barack Obama, e que, de repente e depois de duas sondagens desastrosas com Pat Toomey muito à frente nas primárias republicanas, decidisse que já não tinha lugar no GOP e mudasse, de repente, para o Partido Democrata. Se isto não é oportunismo político....

Sobre as sondagens, na verdade elas têm oscilado muito. Mas das 4 publicadas em Março, 3 davam uma vantagem a Toomey entre 4 e 9%, enquanto a outra dava uma vantagem de 6& a Specter.

Eu referi que ele "também" teve em consideração questões "estratégicas". Mas parece-me injusto não admitir que houve uma alteração "ideológica". Specter sempre foi um moderado e a deriva à direita do GOP pode de facto tê-lo incomodado (ver caso Palin na PA, por exemplo). Não estou a negar que existiu algum oportunismo político, mas atribuir a mudança de partido "só" a isso também me parece demais, Nuno.

Seja qual for o motivo da mudança de partido do Sen . Arlen Specter , o rótulo de "vira-casacas" persegui-lo-á nesta campanha, e o seu uso não se limitará decerto aos partidários do GOP.

Para mim seria uma surpresa se Specter ganhasse esta eleição.
Alexandre Burmester a 30 de Março de 2010 às 15:58

Se o panorama eleitoral não mudar até novembro, até acho muito improvável que consiga vencer. A vantagem para Toomey poderá crescer até lá.
Nuno Gouveia a 30 de Março de 2010 às 16:17

arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog