16
Nov 11
publicado por Alexandre Burmester, às 10:44link do post | comentar

 

 

 Recentemente o Presidente Obama tem vindo a recuperar nas sondagens, estando ontem, na sondagem diária da Rasmussem a 49%-51% em termos de Aprova/Desaprova.

 

Há aqui duas questões básicas: 1) a que se deve a recuperação e 2) Será que essa recuperação é duradoura?

 

Quanto àquilo a que se deve a recuperação, eu diria que a época de debates republicanos a que vimos assistindo tem ajudado o presidente. As sucessivas gaffes e implosões de alguns dos candidatos republicanos (com a importante e notória excepção do frontrunner, Mitt Romney) têm contribuído para enaltecer a figura daquele que ocupa o Oval Office (sempre uma vantagem). Por outro lado, sem haver notícias propriamente positivas para o presidente, também não tem havido surpresas de carácter negativo.

 

Em relação à durabilidade desta recuperação de Obama, quer-me parecer que isso se afigura mais difícil. Os republicanos vão acabar por "acalmar", decidindo-se definitivamente por um candidato (e o GOP tem a característica de normalmente escolher o candidato com mais hipóteses de ser eleito), e os números relativos à economia, assunto que dominará a campanha de 2012 (a não ser que surja alguma coisa - como um ataque ao Irão  - que faça deflectir a atenção do eleitorado), são demasiadamente severos para permitir a manutenção deste período relativamente optimista para as hipóteses de Obama daqui a um ano. 

 

Resumindo: enquanto os seus potenciais adversários de 2012 se degladiam, o presidente assume ares...presidenciais, uma inegável vantagem do "incumbente", como já referi. Quando da discussão republicana sair a "luz" as coisas tenderão a apertar. 

 


Só um milagre (ou uma tragédia) impedirão a vitória de Obama em 2012.
Southern Confederated Gentleman a 17 de Novembro de 2011 às 10:41

Curiosamente, hoje os números de Obama na Rasmussen voltaram ao seu pior nível: 20%-44% na questão "Aprova Fortemente/Desaprova Fortemente e 44%-56% na questão simplificada Aprova/Desaprova.

Há quem acredite em milagres e há quem neles não acredite, mas tragédias acontecem!;-)

arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog