17
Mai 11
publicado por Nuno Gouveia, às 16:45link do post | comentar

Mitt Romney fez ontem uma demonstração de força, ao angariar 10.3 milhões de dólares. Montando uma operação em Las Vegas com 800 voluntários a ligarem para potenciais apoiantes, Romney obteve mais dinheiro num dia do que, provavelmente, os seus adversários neste segundo trimestre. A candidatura vai avançando e, apesar dos problemas que subsistem devido à sua reforma da saúde no Massachusetts, ninguém duvide da sua capacidade para obter dinheiro e ser competitivo nestas primárias. E sabe-se que quem quiser ter uma real hipótese de derrotar Obama, vai ter de trabalhar muito neste campo. O presidente tem como alvo a angariação de mil milhões de dólares para o esforço de reeleição, o que será um recorde absoluto em eleições presidenciais. 


ROMNEY é o que tem mais hipóteses de ganhar a Obama.
Caro Nuno, duas perguntas, até que ponto o caso da reforma de saúde pode prejudicar Romney, e já agora se concorda com ela?
A outra pergunta é sobre se Mccain pode voltar a ser candidato?
André a 19 de Maio de 2011 às 21:56

A reforma de Romney no Massachusetts irá prejudicá-lo nas primárias, mas poderá não ser suficiente para derrotá-lo. Até porque todos os principais candidatos apresentam problemas do género, seja por questões sociais ou económicas. Sobre a lei, e do que conheço, parece-me ser uma boa solução a nível estadual, onde conseguiram criar um sistema de saúde que abarque todos os cidadãos, através de um sistema de seguros. A diferença para o sistema de Obama é que é uma solução estadual, e que reside mais no valor dos mercados do que propriamente no poder do Estado. Do que tenho lido, e apesar de problemas que teve, a lei foi um sucesso no Massachusetts,

Sober Mccain, nem pensar. Teve a sua oportunidade e agora nunca mais será candidato presidencial.

Em destaque
José Gomes André

Investigador de Filosofia Política, redigiu tese de doutoramento sobre James Madison. Autor de "Sistema Político e Eleitoral Norte-Americano: um Roteiro" (Esfera do Caos, 2008). Escreve também no Delito de Opinião.
ver perfil
ver posts
Nuno Gouveia

Autor de uma tese de mestrado sobre as eleições presidenciais americanas de 2008. Escreve também no 31 da Armada e Cachimbo de Magritte.
ver perfil
ver posts
Alexandre Burmester

Define-se como um "ávido seguidor amador" da política americana, que acompanha há mais de 40 anos. As suas habilitações académicas situam-se na área da Língua e Literatura Inglesas e foi quadro de uma multinacional canadiana
ver perfil
ver posts
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog