22
Mar 11
publicado por Nuno Gouveia, às 00:06link do post

É oficial. Tim Pawlenty, governador do Minnesota desde 2003 até ao inicio deste ano, anunciou hoje, numa mensagem aos fãs no Facebook, o lançamento da sua candidatura à nomeação republicana de 2012. Como tenho vindo a escrever por aqui, Tim Pawlenty pode ser um sério candidato à nomeação, especialmente com um campo tão polarizado e dividido como aquele que é previsível. Precisará é de fazer uma campanha perfeita, e demonstrar, ao longo dos próximos meses, o carisma necessário que muitos duvidam que tenha. Um bom resultado no Iowa, estado vizinho do Minnesota, será essencial para as suas possibilidades.

 

Tim Pawlenty anunciou esta candidatura na sua página de Facebook às 17 horas locais, neste vídeo. Durante o dia de hoje ganhou cerca de três mil amigos, numa boa iniciativa, tornando-se no primeiro candidato presidencial americano a fazer o anúncio na rede social de Mark Zuckerberg. Neste vídeo, muito bem feito e na linha dos anteriores, Pawlenty coloca em evidência alguns traços que vão marcar a sua corrida presidencial. A insistência nas suas raízes de uma família trabalhadora, a sua identificação com aqueles que têm dificuldades, o seu legado conservador num dos estados mais "liberais" dos Estados Unidos e o enfoque na criação de emprego. E claro, não faltam as referências a Ronald Reagan e Abraham Lincoln, as duas principais personalidades do imaginário do Partido Republicano. Uma novidade neste vídeo é a abordagem à reforma de programas federais de direitos adquiridos, os denominados entitlements, como na saúde ou na segurança social. Este é um assunto que irá marcar a campanha das próximas eleições gerais, e Tim Pawlenty entra já nessa discussão. Não é um vídeo destinado a agradar aos sectores mais conservadores que vão votar nas primárias (certamente virão acções dirigidas a eles mais tarde), mas é um vídeo de lançamento para o país. Honestamente começa bem e com uma campanha disciplinada.

 

Sobre o site oficial de Tim Pawlenty. Gostei bastante. Não faltam as ferramentas digitais indispensáveis numa campanha moderna e começa, desde já, a criar uma rede social própria de apoiantes e voluntários. É inevitável que o estilo da campanha de Obama em 2008 vá marcar este ciclo eleitoral. Veremos o que Pawlenty vai conseguir na rede. Até aqui começa bem melhor do que Newt Gingrich.

 

Pawlenty é o terceiro candidato republicano a formar um comité exploratório, o que lhe permite angariar dinheiro e contratar funcionários, bem como o obriga a apresentar relatórios financeiros trimestrais à Federal Election Commission. Os outros são Herman Cain, milionário da Geórgia e Buddy Roemer, antigo governador do Lousiana. Mas Pawlenty é o primeiro "sério" candidato. Newt Gingrich ficou-se pela apresentação de um site exploratório.


De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



Em destaque
José Gomes André

Investigador de Filosofia Política, redigiu tese de doutoramento sobre James Madison. Autor de "Sistema Político e Eleitoral Norte-Americano: um Roteiro" (Esfera do Caos, 2008). Escreve também no Delito de Opinião.
ver perfil
ver posts
Nuno Gouveia

Autor de uma tese de mestrado sobre as eleições presidenciais americanas de 2008. Escreve também no 31 da Armada e Cachimbo de Magritte.
ver perfil
ver posts
Alexandre Burmester

Define-se como um "ávido seguidor amador" da política americana, que acompanha há mais de 40 anos. As suas habilitações académicas situam-se na área da Língua e Literatura Inglesas e foi quadro de uma multinacional canadiana
ver perfil
ver posts
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds