21
Mar 11
publicado por Nuno Gouveia, às 17:06link do post

 

A Internet ainda não é a principal fonte de notícias para os cidadãos americanos. Continua a ser a televisão a dominar o "mercado". Mas a Internet tem vindo a crescer. Este quadro, do mais recente estudo da Pew Internet & American Life Project sobre as eleições intercalares de 2010, é elucidativo. Entre os 18 e 29 anos este valor de 24% sobe para os 36%. Tenho poucas dúvidas que nos próximos ciclos eleitorais, a Internet irá superar os jornais, e aproximar-se, a passos largos, da televisão.

 

Mas este estudo da Pew vem carregado de dados interessantes. Destaco aqui alguns para quem não puder consultar o estudo:

 

- 73% dos utilizadores de Internet adultos (54% da totalidade dos americanos) procuraram notícias ou informação em espaços digitais sobre as eleições intercalares. São os que os autores da Pew chamam de "online political users". Ter mais de metade da população nesta categoria é obra.


- 35% dos utilizadores procuraram na Internet informações sobre os candidatos, currículo de votações ou as suas posições políticas. Destaque ainda para o uso do Twitter e redes sociais. Cerca de 22% destes utilizadores utilizaram as redes sociais para fins políticos.

 

- A Internet tem capacidade de influenciar o sentido de voto. 42% sentiram-se motivados a votar a favor ou contra um candidato devido a informação política que encontrou na Internet.

 

- 32% dos americanos que utilizam a Internet viram vídeos online sobre a campanha.

 

- Dizer a verdade é importante. Cerca de 28 por cento pesquisaram na Internet para verificar a veracidade de afirmações dos políticos. Como agora está tudo na rede, é preciso ter cuidado com as mentiras que se contam. Cada vez mais.

 

- O envolvimento das pessoas é cada vez maior. 16% das pessoas enviaram emails a amigos e conhecidos sobre as eleições, 12% revelaram online o candidato em quem iam votar e 8% inscreveram-se num site para receber informações sobre a campanha. O mesmo número publicou fotos, vídeos ou conteúdo áudio sobre a campanha. 5% dos utilizadores online voluntariou-se para participar em actividades políticas durante a campanha, e 4% contribuíram financeiramente para as campanhas através da Internet.

 

Em 2012 os números serão ainda mais relevantes, mostrando que o caminho da comunicação política passa cada vez mais pela Internet. Curiosamente, hoje Tim Pawlenty irá anunciar a sua candidatura no... Facebook.


De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds