29
Jan 11
publicado por Nuno Gouveia, às 18:52link do post | comentar

 

Numa posição muito difícil, Barack Obama não perdeu mais tempo e emitiu ontem uma declaração sobre os protestos no Egipto. Sem deixar cair o seu aliado mais importante do mundo árabe, Obama reafirmou o pedido de reformas democráticas no país e apelou ao governo para não reprimir os manifestantes.

 

Deixo aqui alguns artigos que li sobre o assunto que podem suscitar o vosso interesse.

 

Robert Kaplan, na Foreign Affairs, relativiza o perigo destas revoluções (Tunísia e Egipto) em transformarem-se em repetições do Irão 1979 e defende que Barack Obama deve criar condições para facilitar a tarefa das forças democráticas na região. Ainda na Foreign Policy, cinco especialistas do Médio Oriente analisam a situação e da resposta da Administração americana aos acontecimentos.

 

O Washington Post, em editorial, pede a Barack Obama para "cortar" ligações com Hosni Mubarak e oferecer apoio às forças democráticas lideradas por El Baradei. Ainda no mesmo jornal, num artigo de Robert Satloff, algumas acções que os Estados Unidos devem desenvolver para apoiar as revoluções do mundo árabe, nomeadamente na Tunísia.

 

Jonathan Kay, no National Post, faz uma defesa optimista da implementação da democracia no Médio Oriente. Por fim, o Daily Telegraph informa que os Estados Unidos estariam a apoiar secretamente um grupo da oposição egípcia desde 2007.



estas revoluções que começaram na tunísia e já se alastrou para o Egipto, só nos mostra que as democracias nunca devem ser impostas por países terceiros mas sim pelo povo desses países.
Mostra também que o ocidente deve de uma vez por todas deixar de apoiar regimes totalitários, e ajudar a democratizar estes países.
André a 30 de Janeiro de 2011 às 14:14

Em destaque
José Gomes André

Investigador de Filosofia Política, redigiu tese de doutoramento sobre James Madison. Autor de "Sistema Político e Eleitoral Norte-Americano: um Roteiro" (Esfera do Caos, 2008). Escreve também no Delito de Opinião.
ver perfil
ver posts
Nuno Gouveia

Autor de uma tese de mestrado sobre as eleições presidenciais americanas de 2008. Escreve também no 31 da Armada e Cachimbo de Magritte.
ver perfil
ver posts
Alexandre Burmester

Define-se como um "ávido seguidor amador" da política americana, que acompanha há mais de 40 anos. As suas habilitações académicas situam-se na área da Língua e Literatura Inglesas e foi quadro de uma multinacional canadiana
ver perfil
ver posts
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog