06
Out 10
publicado por Nuno Gouveia, às 22:21link do post | comentar

Nunca acompanhei um período de eleições intercalares como agora, por isso não sei se estarei a dizer asneiras. Mas presumo que o mercado de sondagens políticas está a viver um período de ouro, dado o número de sondagens que vão sendo publicadas todos os dias sobre os diferentes estados e distritos eleitorais. Daí que não faz sentido destacar nenhuma individualmente aqui no blogue. O meu conselho é para irem visitando o site da Real Clear Politics nesta secção, que vai publicando as que eles consideram credíveis. Porque há muitas mais que vão sendo publicadas um pouco por todo o território americano.

 

Mas hoje gostaria de destacar aqui um estudo da Public Policying Polling (PPP), que é uma empresa afiliada do Partido Democrata. Este quadro que apresento em baixo explica bem os problemas que Barack Obama enfrenta a meio do seu mandato. Nele podemos ver os níveis actuais da popularidade do Presidente em 12 estados que ele venceu por grande vantagem. Estamos a falar de Blue States que votaram massivamente em Obama, com vantagens para Mccain entre 9 e 45 pontos. Destes estados, apenas no Hawaii e na Califórnia a sua popularidade é superior a 50 por cento. No seu próprio estado, o Illinois, já está no negativo. Obama precisará de um “game changer” após as intercalares para dar a volta à situação. E não pode estar à espera de enfrentar uma Palin em 2012, porque numa situação de fragilidade não acredito que o GOP não escolha alguém com capacidade de vitória.



O que mais me impressiona são as grandes margens desfavoráveis em estados como Michigan e Wisconsin, que normalmente votam democrata, especialmente o primeiro. Desses doze estados, se a memória me não falha, George W. Bush apenas venceu dois (*) em 2004 - New Mexico e Colorado - o que equivale a dizer que o potencial mapa de "battleground states" para 2012 poderá ser bem alargado.

A avaliar por estes dados, podemos imaginar como estará a situação em estados que normalmente votam republicano e que votaram Obama em 2008 - casos de Indiana e Virginia. Ou como estará a situação no Ohio, estado tradicionalmente imprescindível para uma viória republicana, que também votou Obama em 2008 e votara Bush em 2000 e 2004, e onde os candidatos democratas ao Senado, à Câmara dos Representantes e ao cargo de Governador estão a enfrentar dificuldades muito sérias.


(*) Não tenho a certeza acerca de New Hampshire.
Alexandre Burmester a 7 de Outubro de 2010 às 13:14

Bush venceu de facto o New Hampshire em 2004. Li ha tempos que no Ohio os numeros de Obama estao miseraveis. O numero de Battleground States vai aumentar de certeza. Mas tenho uma duvida: sera que se o GOP nomear alguem como Palin tera hipoteses de vencer? Mesmo com Obama em dificuldades, tenho muitas duvidas disso...

Nuno Gouveia
Anónimo a 9 de Outubro de 2010 às 12:36

Em destaque
José Gomes André

Investigador de Filosofia Política, redigiu tese de doutoramento sobre James Madison. Autor de "Sistema Político e Eleitoral Norte-Americano: um Roteiro" (Esfera do Caos, 2008). Escreve também no Delito de Opinião.
ver perfil
ver posts
Nuno Gouveia

Autor de uma tese de mestrado sobre as eleições presidenciais americanas de 2008. Escreve também no 31 da Armada e Cachimbo de Magritte.
ver perfil
ver posts
Alexandre Burmester

Define-se como um "ávido seguidor amador" da política americana, que acompanha há mais de 40 anos. As suas habilitações académicas situam-se na área da Língua e Literatura Inglesas e foi quadro de uma multinacional canadiana
ver perfil
ver posts
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog