15
Set 10
publicado por Nuno Gouveia, às 18:54link do post | comentar

Confirma-se a vitória de Kelly Ayotte nas primárias do New Hampshire, a candidata do establishment republicano. O congressista democrata Paul Hodes enfrenta assim Ayotte, a Procuradora-geral do estado, que nos últimas sondagens apresentava uma vantagem entre 8 e 13 pontos. Possivelmente, e ao contrário do que foi previsto depois da retirada do actual senador Judd Gregg (R), este lugar deverá manter-se no lado republicano.

 

As primárias deste ciclo eleitoral terminaram. Tempo de fazer um balanço e tentar perspectivar o que irá acontecer em Novembro, especialmente depois das surpresas que aconteceram em vários estados.


Olhe que não, Nuno Gouveia.

O Ovide Lamontagne seria um candidato no mínimo tão forte quanto a Ayotte. A meu ver, seria melhor: é mais articulado, mais fluente, mais experiente, mais cativante, melhor político. Mais importante: não tendo estado debaixo de fogo durante as primárias, ao contrário da Ayotte que tem sido vítima do Binnie e do Hodes, chegaria a 40 dias das eleições com unfavs. muito mais baixas, logo com um potencial de crescimento maior. O único ponto negativo seria o diferencial no CoH, mas creio que depois de nomeado isso facilmente e rapidamente se resolveria.

Ou seja, o Hodes tem mais hipóteses contra a Ayotte porque já a andam a martelar há semanas sem ela responder e também porque, diga-se, ela não se mexe muito bem em campanha. O Lamontagne teria isto ganho, é pena que o apoio do Union Leader não tivesse chegado uma semana mais cedo; neste cenário veremos, embora a Ayotte tenha todas as condições para ganhar com algum conforto - não por 10 pontos mas talvez por 5.

Era nesta corrida que o TPE deveria ter apostado as fichas. Infelizmente deixaram-se intimidar pelos endorsments que a malta da Ayotte recolheu cedo e a presença do Bill Binnie e dos milhões dele. A Kremer e a Johns não são tão... gutsy, à falta de melhor, como a Palin. Acabaram por dar cabo do DE e perderam uma oportunidade de brilhar aqui por não os terem no sítio. Quem nasce para lagartixa...
H. a 15 de Setembro de 2010 às 23:21

Ontem tinha escrito mais ou menos isso: que no NH não faria grande diferença caso vencesse Lamontagne ou Ayotte. Talvez tenha razão que o primeiro poderia vencer mais facilmente. Mas queria dizer que nem tudo foi mau para o GOP devido a esta vitória, pois os líderes do partido também tinham apoiado Ayotte.

Ah, entendo. Sim, nesse sentido foi uma vitória para o partido, para a facção do Sen. Gregg. Menos desprestigiante para os TPTB que outros resultados (embora o Lamontagne já ande por aí, e a viver de cargos de nomeação política, há uns 20 anos. Alguns candidatos deste género terem conseguido apresentar-se como "anti-establishment" foi um aspecto lateral bem divertido destas primárias).
H. a 16 de Setembro de 2010 às 16:37

E observemos o caso de Angle. Ela também andava há anos na política do Nevada, tinha sido membro da assembleia do nevada entre 99 e 2005 e candidata ao congresso em 2006. Diga-se que a candidata que era favorita, a ex Miss, também se enterrou bastante na campanha...

O Tea party também terá dado alguns bons candidatos. Pelo perfil, o Joe Miller parece-me ser um bom candidato, tal como Rand Paul, apesar do seu mau inicio...
Nuno Gouveia a 16 de Setembro de 2010 às 16:55

Em destaque
José Gomes André

Investigador de Filosofia Política, redigiu tese de doutoramento sobre James Madison. Autor de "Sistema Político e Eleitoral Norte-Americano: um Roteiro" (Esfera do Caos, 2008). Escreve também no Delito de Opinião.
ver perfil
ver posts
Nuno Gouveia

Autor de uma tese de mestrado sobre as eleições presidenciais americanas de 2008. Escreve também no 31 da Armada e Cachimbo de Magritte.
ver perfil
ver posts
Alexandre Burmester

Define-se como um "ávido seguidor amador" da política americana, que acompanha há mais de 40 anos. As suas habilitações académicas situam-se na área da Língua e Literatura Inglesas e foi quadro de uma multinacional canadiana
ver perfil
ver posts
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog