12
Nov 12
publicado por Nuno Gouveia, às 21:43link do post | comentar

O general que George W. Bush foi buscar para ganhar a guerra do Iraque, e que depois foi aproveitado por Obama para comandar a intervenção no Afeganistão, e que actualmente dirigia a CIA, demitiu-se na semana passada. A sua demissão caiu como uma bomba em Washington, principalmente devido ao motivo invocado: um caso com uma das suas biógrafas. Será isto o suficiente para derrubar um homem poderoso como Petraeus? Mesmo sabendo que o seu nome, juntamente com a da sua amante, estava envolvido numa investigação do FBI? Possivelmente será. Como ficarão as ambições políticas do general após este caso? É verdade que esta demissão, ainda com poucas explicações, ainda será tema para algumas semanas, mas sabemos que Petraeus poderá sobreviver a um caso deste género. A menos que haja algo mais do que uma traição à sua esposa.


Duas notas acerca desta demissão:

1. É evidente que o chefe-mor dos serviços de informações de qualquer país se não pode envolver em qualquer tipo de relação que o possa colocar à mercê de chantagem;

2. Acho muito curioso que este caso tenha apenas sido revelado após as eleições presidenciais. Imagino o que por aí não iria se isto tivesse surgido três dias após a reeleição de George W. Bush!
Alexandre Burmester a 13 de Novembro de 2012 às 21:43

Duas notas certeiras.

Confesso que lamento que alguém como David Petraeus tenha caído desta forma. Veremos se terá a capacidade ou não de regressar à ribalta.

Bem, o famoso Bill Clinton, que até foi impugnado pela Câmara dos Representantes, resisitiu a isso e a muito mais.

Só que creio que David Petraeus terá mais carácter que o dito Clinton, e desaparecerá da vida pública.

Porquê? São razões do foro familiar..
Quando aconteceram os escandalos das filhas de Bush a tentar comprar alcool, também defendeu o desaparecimento de Bush da vida pública?

Clinton, foi um óptimo presidente, com um gosto duvidoso para mulheres, mas eram os anos 90.. de resto não sonsigo ver a relação entre enfiar charutos em sítios e incapacidade para governar.
E que grande circo foi montado sobre isso..
Consigo ver uma relação muito mais forte entre mentir descaradamente sobre matérias políticas e incapacidade de governar, e isso a si não o parece incomodar...

Bill Clinton, the secretary of explaining shi** 2012/16
João Davim a 14 de Novembro de 2012 às 16:15

Não me refiro a charutos e outras coisas que tais, meu caro, mas ao perjúrio pelo qual Bill Clinton foi impugnado pela Câmara.

Quanto âs filhas de Bush, a minha reacção foi a mesma que agora seria se tal se passasse com as filhas de Obama: apenas um embaraço, mas nada que possa afectar directamente a presidência.

Concordo com quase tudo, desde a exposição óbvia do Gen. Petraeus até à sua possível-mas-não-garantida morte política, só não consigo perceber quem iria prejudicar a divulgação da notícia antes de 6 de Novembro.

Alguém me pode elucidar por favor?

Ou agora que o Sandy já passou a culpa da eleição de Obama foi a não-divulgação-de-um-affair-do-diretor-da-CIA?

Cordialmente,

Pedro Mendes
Pedro Mendes a 15 de Novembro de 2012 às 10:59

By the way...

Romney enterrou-se... outra vez... Alguém lhe tire os microfones da frente, que já deixou de ter piada, para ser triste
João Davim a 16 de Novembro de 2012 às 10:26

Em destaque
José Gomes André

Investigador de Filosofia Política, redigiu tese de doutoramento sobre James Madison. Autor de "Sistema Político e Eleitoral Norte-Americano: um Roteiro" (Esfera do Caos, 2008). Escreve também no Delito de Opinião.
ver perfil
ver posts
Nuno Gouveia

Autor de uma tese de mestrado sobre as eleições presidenciais americanas de 2008. Escreve também no 31 da Armada e Cachimbo de Magritte.
ver perfil
ver posts
Alexandre Burmester

Define-se como um "ávido seguidor amador" da política americana, que acompanha há mais de 40 anos. As suas habilitações académicas situam-se na área da Língua e Literatura Inglesas e foi quadro de uma multinacional canadiana
ver perfil
ver posts
arquivos
2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog