03
Nov 12
publicado por José Gomes André, às 00:35link do post | comentar

Os comentadores nacionais e internacionais insistem que sim, que o Ohio - tal como em 2004 - decidirá o vencedor da eleição. Não duvido das suas propriedades de "Estado-barómetro", pois o Ohio é um verdadeiro espelho da nação (em termos demográficos, económicos, sociais, etc.), mas é demasiado simplista reduzir a complexidade da corrida a um único "swing-state". A verdade é que, em termos simplesmente numéricos, a combinação de outros Estados determinantes, como a Virgínia, Colorado e Wisconsin soma por exemplo 32 Votos Eleitorais (contra 18 do Ohio).

 

A minha convicção - e apoio-a nas simulações que tenho feito no excelente www.270towin.com - é que o Ohio é decisivo sobretudo para Romney. Para os Republicanos, não vejo nenhum caminho razoável no Colégio Eleitoral que permita alcançar os 270 Votos necessários sem o Ohio. Já Obama pode consegui-lo, se porventura ganhar a Virgínia com a combinação Iowa+Wisconsin+Nevada, Estados onde leva aparentemente alguma vantagem. Outro caminho possível seria perder a Virgínia, mas triunfar no Colorado e New Hampshire. São soluções curtas, mas constituem pelo menos um Plano B para Obama, Plano esse que nesta fase Romney não parece dispor.

 

Os dois mapas possíveis para Obama ganhar sem o Ohio: hipótese 1 e hipótese 2.


http://www.whiteoliphaunt.com/duckofminerva/2012/11/five-election-explaining-clichs-i-really-dont-want-to-hear-this-tuesday.html
Daniel S. a 3 de Novembro de 2012 às 10:21

«A minha convicção é que o Ohio é decisivo sobretudo para Romney.»

Basicamente, é isso mesmo.

Já agora, outros sites que me parecem mais completo:
http://fivethirtyeight.blogs.nytimes.com/
http://elections.huffingtonpost.com/
João Saro a 4 de Novembro de 2012 às 04:41

Em destaque
José Gomes André

Investigador de Filosofia Política, redigiu tese de doutoramento sobre James Madison. Autor de "Sistema Político e Eleitoral Norte-Americano: um Roteiro" (Esfera do Caos, 2008). Escreve também no Delito de Opinião.
ver perfil
ver posts
Nuno Gouveia

Autor de uma tese de mestrado sobre as eleições presidenciais americanas de 2008. Escreve também no 31 da Armada e Cachimbo de Magritte.
ver perfil
ver posts
Alexandre Burmester

Define-se como um "ávido seguidor amador" da política americana, que acompanha há mais de 40 anos. As suas habilitações académicas situam-se na área da Língua e Literatura Inglesas e foi quadro de uma multinacional canadiana
ver perfil
ver posts
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog