22
Out 12
publicado por Nuno Gouveia, às 20:22link do post | comentar

Esta noite Mitt Romney e Barack Obama defrontam-se pela terceira e última vez, naquele que será, independemente do que acontecer a 6 de Novembro, o último debate da carreira política de Obama. Até ao momento Romney é o grande vencedor da época de debates. Depois de ter arrasado no inicio do mês, começou a subir nas sondagens, e hoje até lidera a maior parte das sondagens nacionais. No segundo debate, a crítica foi também unânime em atribuir a vitória a Obama, mas as sondagens desta última semana parecem indicar que houve pouco movimento em favor do Presidente. Aliás, algumas, como uma que foi publicada hoje pela Survey USA, até sugere que foi Romney quem ganhou mais com esse debate. Mas será que Romney parte como favorito esta noite? Muito pelo contrário. 

 

Hoje à noite na Florida o tema principal é a política externa, um campo em que o Presidente Obama tem liderado as preferências dos americanos de forma consistente. No debate da semana passada, foi precisamente nesta área que Obama esteve bastante melhor do que Mitt Romney, ao contrário deste, que pareceu incoerente e nem sempre conseguiu transmitir a sua visão. A sua pior intervenção foi mesmo sobre a Líbia, onde tinha alguma vantagem inicial. E como Mitt Romney, além de retórica, tem muito pouco de diferente para oferecer do que Obama fez neste último mandato (a excepção talvez seja a China), ele sentirá a necessidade de enfatizar demasiado as pequenas diferenças que o separam de Obama. Ora isso não é uma estratégia vencedora para Romney. Mas precisamente porque este debate é sobre um tema que neste momento pouco interessa aos eleitores, Obama não tem muito a ganhar, mesmo que saia vencedor, como é previsível que tal suceda. O melhor cenário para o Presidente? Uma performance desastrada de Romney, e que mostre aos eleitores que não está preparado para assumir o cargo de Comandante em Chefe. 


Em destaque
José Gomes André

Investigador de Filosofia Política, redigiu tese de doutoramento sobre James Madison. Autor de "Sistema Político e Eleitoral Norte-Americano: um Roteiro" (Esfera do Caos, 2008). Escreve também no Delito de Opinião.
ver perfil
ver posts
Nuno Gouveia

Autor de uma tese de mestrado sobre as eleições presidenciais americanas de 2008. Escreve também no 31 da Armada e Cachimbo de Magritte.
ver perfil
ver posts
Alexandre Burmester

Define-se como um "ávido seguidor amador" da política americana, que acompanha há mais de 40 anos. As suas habilitações académicas situam-se na área da Língua e Literatura Inglesas e foi quadro de uma multinacional canadiana
ver perfil
ver posts
arquivos
2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog