14
Out 12
publicado por Nuno Gouveia, às 22:40link do post | comentar

 

Mitt Romney lidera em quase todas as sondagens nacionais (por curta margem) e nos swing-states as coisas estão muito equilibradas. No entanto, o "momentum" está do lado do candidato republicano, e por isso Barack Obama precisa rapidamente de mudar novamente a narrativa desta campanha. E a melhor oportunidade que terá será no debate desta terça-feira, que será realizado no formato "Town Hall", com os candidatos a responderem directamente a perguntas do público. Como o terceiro debate será sobre política externa, esta é a melhor altura para Obama colocar Mitt Romney à defesa nas áreas mais frágeis. No pré debate de 3 de Outubro, o republicano estava encostado às cordas e a história que a equipa de Obama vinha a contar, sobre um predador milionário que está desligado dos problemas dos americanos estava a ter sucesso. Obama precisa de voltar a colocar esses narrativa na ordem do dia. Romney tentará manter a dinâmica de vitória que alcançou em Denver, demonstrando que a sua performance brilhante não foi um acaso. 

 

Não tenho dúvidas que Obama, depois da "debacle" do primeiro confronto, estará muito melhor. Vamos ver um Presidente ao ataque, a defender melhor o seu trabalho como Presidente e sem aquelas expressões de cansaço ou até irritação por estar a debater com Romney. Além disso, este é um debate com público. E a forma como os candidatos vão interagir com a audiência também será importante. E, neste ponto, penso que Obama leva vantagem. Mas isso pode não chegar, sobretudo se Romney conseguir uma prestação positiva. 


Para (não) variar, tudo se deverá decidir na Florida e Ohio (e, também, na Virgínia).
Leonel Vicente a 14 de Outubro de 2012 às 23:28

A acreditar nas sondagens estaduais recentes, neste momento o Ohio decidiria a eleição. E, como Obama tem tido alguma vantagem aqui, venceria por 277-261. Mas se a dinâmica prosseguir em favor de Romney, é provável que ganhe mais alguns estados.
Nuno Gouveia a 14 de Outubro de 2012 às 23:37

caro Nuno, na sua conta você coloca Colorado e New Hampshire na coluna de Romney. Esses são os estados mais indecisos e não há uma tendencia clara sobre quem leva vantagem.
P.S.: Na coluna \"De Nova York\" de Caio Blinder, há um bolão das eleições americanas com um prêmio secreto a ser revelado no dia da eleição. Porque vocês não participam. Seria interessante. Abraços.
Joao Felipe a 15 de Outubro de 2012 às 02:20

De acordo com as sondagens de que tenho conhecimento, no Colorado há um 'empate técnico', com ligeiríssima vantagem para Obama. No New Hampshire, a tendência será Obama...
Leonel Vicente a 15 de Outubro de 2012 às 08:13

No Colorado as últimas 3 sondagens dão todas vantagem a Romney e no New Hampshire, as últimas duas deram empate e vantagem a romney. Mas no fundo, estamos a falar é de empates técnicos, nestes, como noutros estados..
Nuno Gouveia a 15 de Outubro de 2012 às 12:41

Em destaque
José Gomes André

Investigador de Filosofia Política, redigiu tese de doutoramento sobre James Madison. Autor de "Sistema Político e Eleitoral Norte-Americano: um Roteiro" (Esfera do Caos, 2008). Escreve também no Delito de Opinião.
ver perfil
ver posts
Nuno Gouveia

Autor de uma tese de mestrado sobre as eleições presidenciais americanas de 2008. Escreve também no 31 da Armada e Cachimbo de Magritte.
ver perfil
ver posts
Alexandre Burmester

Define-se como um "ávido seguidor amador" da política americana, que acompanha há mais de 40 anos. As suas habilitações académicas situam-se na área da Língua e Literatura Inglesas e foi quadro de uma multinacional canadiana
ver perfil
ver posts
arquivos
2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog