15
Set 12
publicado por Nuno Gouveia, às 09:00link do post | comentar

Barack Obama não prometeu só fazer baixar o nível dos oceanos, curar o planeta ou cortar o défice para metade no final do seu primeiro mandato. Conforme se pode observar nesta entrevista, o candidato Obama prometeu então que quando assumisse a Presidência a hostilidade muçulmana iria retroceder drasticamente em relação aos Estados Unidos. Tal como Sarah Palin, que por ver a Rússia do Alaska podia discutir política externa, também Barack Obama se considerava apto para acalmar os muçulmanos por ter vivido na Indonésia dos seis aos dez anos. Conforme pudemos observar nos últimos dias, Obama também não cumpriu esta promessa. A sua gestão do caso tem deixado a desejar, e o facto de ter ido para Las Vegas para uma sessão de angariação de fundos após ter tomado conhecimento do assassinato do embaixador na Líbia não abona muito em seu favor. Ainda por cima, sabe-se hoje que não costuma revelar muito interesse sobre os briefings de segurança nacional. Se estas manifestações no mundo árabe prosseguirem nos próximos dias, a política externa poderá tornar-se uma dor de cabeça para Obama, num tema que até ao momento lhe tem sido favorável. 


caro Nuno,

A nivel da política externa quem na sua opinião está melhor preparado Obama ou romney? o Obama já sei o que vale por estes ultimos 4 anos já romney não sei se a sua agenda é melhoroui pior.
André a 15 de Setembro de 2012 às 09:29

Obama é Presidente e já tem experiência em lidar com política externa. Mitt Romney não tem experiência nenhuma, tal como Obama não a tinha antes de ser Presidente. E como a maioria dos Presidentes, que têm chegado à Casa Branca sem experiência. Nas últimas décadas, tivemos apenas duas excepções: George H. Bush e se formos mais atrás, Richard Nixon. Tanto Carter, Reagan, Clinton, W. Bush e Obama tinham zero de experiência. Quem está melhor preparado? No fundo, pode-se dizer que o presidente em exercício tem sempre vantagem,
Nuno Gouveia a 15 de Setembro de 2012 às 13:02

Que brincalhão este Nuno Gouveia!...

Então não é que ele pretende comparar a reactividade do mundo islâmico à livre expressão artística, com a reactividade anterior à política republicana de agressão de estado?
Southern Confederated Gentleman a 16 de Setembro de 2012 às 12:48

A questão não é a origem dos ataques, mas sim as providências tomadas para minorá-los. Só alguém cegado pelas próprias crenças não entenderia o que está escrito.

Em destaque
José Gomes André

Investigador de Filosofia Política, redigiu tese de doutoramento sobre James Madison. Autor de "Sistema Político e Eleitoral Norte-Americano: um Roteiro" (Esfera do Caos, 2008). Escreve também no Delito de Opinião.
ver perfil
ver posts
Nuno Gouveia

Autor de uma tese de mestrado sobre as eleições presidenciais americanas de 2008. Escreve também no 31 da Armada e Cachimbo de Magritte.
ver perfil
ver posts
Alexandre Burmester

Define-se como um "ávido seguidor amador" da política americana, que acompanha há mais de 40 anos. As suas habilitações académicas situam-se na área da Língua e Literatura Inglesas e foi quadro de uma multinacional canadiana
ver perfil
ver posts
arquivos
2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog