08
Ago 12
publicado por Nuno Gouveia, às 15:59link do post | comentar

Mitt Romney Basically Killed a Woman é o título que a New York Magazine atribui a este anúncio da Super Pac de Obama, PAC Priorities USA Action. Este é apenas o mais recente vídeo que a equipa de Obama está a divulgar em alguns swing-states e que tem como característica principal a tentativa de assassinato de carácter de Mitt Romney. O anúncio contém várias falsidades e é deliberadamente manipulado, como aponta aqui esta reportagem da CNN, mas a equipa de Obama até ao momento não teceu comentários negativos sobre este anúncio. Como já tínhamos visto na época das primárias, as Super Pacs têm sido utilizadas para os anúncios mais violentos e as campanhas sempre podem dizer que não têm nada a ver com o seu conteúdo. 

 

Não tenhamos ilusões: a política americana é brutal e todos os candidatos utilizam anúncios negativos para atacar os adversários. Em 2008 Obama também o fez, mas em menor número do que John McCain, talvez porque tenha estado quase sempre na liderança. Mas este ano a equipa de Obama tem feito uma campanha extremamente negativa, representando o fim da "inocência" do candidato que prometeu mudar Washington e acabar com a América dividida. Sempre pensei, e escrevi-o aqui, que com a economia a derrapar, a única salvação para Obama seria destruir Mitt Romney através de uma campanha deste género. E talvez seja por isso que Obama tem conseguido manter-se ligeiramente à frente nas sondagens. Mas existe uma linha muito ténue entre o que é aceitável ou não. Este anúncio tem sido denunciado por todas as organizações noticiosas como desonesto e mentiroso. O mesmo já sucedeu a outros (e também a anúncios de Romney). Os eleitores independentes podem ser convencidos através de campanhas negativas, como tem evidenciado a literatura académica sobre o tema. Mas o problema é que também podem convencer os indecisos a votar no outro candidato. 


A liberação dos Superpacs é uma das piores decisões da história da Suprema Corte.
Quanto a liderança de Obama, não acho que seja por causa de sua campanha negativa.
Joao Felipe a 8 de Agosto de 2012 às 17:57

Acho que uma campanha negativa de Obama contra o partido republicano (cuja imagem é mais negativa que a de Romney) seria mais efetiva. Foi o que Truman fez em 48 e conseguiu se reeleger mesmo estando numa posição pior que a de Obama. Sobre Romney, eu atacaria sua inconsistência politica, algo que acho, teria mais sucesso do que a tentativa de enquadra-lo como um rico egoista.
Joao Felipe a 8 de Agosto de 2012 às 18:07

Não é pior que os Swift Boats, uma das maiores falsidades cometidas em eleições americanas, deram cabo das hipóteses do Kerry e permitiram que o pior presidente da história dos EUA ganhasse o segundo mandato.
HCarvalho a 8 de Agosto de 2012 às 20:08

http://fivethirtyeight.blogs.nytimes.com/

Só conta em Setembro, claro, mas isto não está a ser uma corrida equilibrada como leio por muito bom sítio.
Filipe Gomes a 9 de Agosto de 2012 às 01:20

Não me parece que esta eleição será um referendo simplista se a economia está boa ou ruim. Acho que os eleitores levarão em conta estes aspectos:
-A Avaliação do trabalho de Obama
-Comparação dos canditatos e propostas
-Identificação partidaria
-Identificação pessoal
-Situação economica
Joao Felipe a 9 de Agosto de 2012 às 18:44

Li que Romney está gastando pouco dinheiro porque ele só pode usar a maior parte depois da convenção. Isso procede?
Joao Felipe a 9 de Agosto de 2012 às 20:26

Esse seria o dinheiro angariado especificamente para as primárias, mas penso que não é o caso, pois o que ele angariou depois de abril já devia ser para as eleições gerais. No entanto, não li nada sobre isso.
Nuno Gouveia a 9 de Agosto de 2012 às 23:45

Parece que o anúncio já está a ter resultados positivos para a campanha de Obama, ainda que talvez não pelo caminho esperado:

http://www.businessinsider.com/romneycare-andrea-saul-mitt-romney-obamacare-bain-capital-2012-8

[Ou se calhar sempre foi este o plano desde o principio...]
Miguel Madeira a 10 de Agosto de 2012 às 09:49

Penso que os conservadores do estilo Erick Erickson fazem muito barulho e a sua influência não é assim tão grande a este nível. Passaram as primárias a fazer barulho contra Romney (alguns a dizer que nunca votariam nele) e Romney acabou por ser o nomeado.
Nuno Gouveia a 10 de Agosto de 2012 às 16:17

Em destaque
José Gomes André

Investigador de Filosofia Política, redigiu tese de doutoramento sobre James Madison. Autor de "Sistema Político e Eleitoral Norte-Americano: um Roteiro" (Esfera do Caos, 2008). Escreve também no Delito de Opinião.
ver perfil
ver posts
Nuno Gouveia

Autor de uma tese de mestrado sobre as eleições presidenciais americanas de 2008. Escreve também no 31 da Armada e Cachimbo de Magritte.
ver perfil
ver posts
Alexandre Burmester

Define-se como um "ávido seguidor amador" da política americana, que acompanha há mais de 40 anos. As suas habilitações académicas situam-se na área da Língua e Literatura Inglesas e foi quadro de uma multinacional canadiana
ver perfil
ver posts
arquivos
2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog