07
Mar 12
publicado por Nuno Gouveia, às 08:40link do post | comentar

Mitt Romney venceu no crucial estado do Ohio e acabou a noite como o grande vencedor da super terça-feira. Apesar de ter vencido apenas por 12 mil votos (em mais de 1,2 milhões), Romney ganhou ontem seis estados (Alaska, Ohio, Idaho, Virgínia, Vermont e Massachusetts), arrecadou mais delegados do que todos os outros, e segue na liderança confortável para a nomeação republicana. Sendo provável que a luta prossiga durante mais algum tempo, é difícil, senão impossível mesmo, visualizar um cenário onde Romney não seja o nomeado. No entanto, Santorum com três vitórias (Oklahoma, Dakota do Norte e Tennessee) e Gingrich com a Geórgia, conseguem cumprir os objectivos minímos. A luta prossegue.

 

(Foto do Drudge Report que representa a vitória do Ohio)


Caro Nuno Gouveia,

Com todo o respeito pelo vosso magnífico blog (que sigo diariamente), parece-me que utilizar o Drudge Report como imagem nestas primárias do GOP é quase como usar um site oficial de campanha do Romney, apesar de ter consciência da importância que o Drudge tem para os Republicanos.

Não seria melhor contrabalançar com, por exemplo, o Red State?
JFM a 7 de Março de 2012 às 11:48

Já escrevi aqui sobre a importância que Matt Drudge tem representado para a campanha de Romney.

http://eraumaveznaamerica.blogs.sapo.pt/228170.html

E certamente esta foto não foi escolhida por acaso. Mas mesmo assim, considerei-a importante para destacar a vitória de ontem, sobretudo no Ohio.

Cumprimentos

Point taken.

A foto (e o título em especial) de Matt Drudge parecem ser do domínio do wishful thinking, ainda para mais com os próximos estados a votarem, que irão provavelmente engrossar a coluna de Santorum.

Romney bem pode agradecer (a Sheldon Adelson) o facto de Newt Gingrich se manter na corrida, mas não sei se a pressão para este desistir não será avassaladora (o que, atendendo à personalidade em causa, até pode ser motivo para não desistir mesmo).

Cumprimentos,
JFM a 7 de Março de 2012 às 15:13

A foto foi colocada depois de ter sido anunciado o resultado no Ohio. Mas claro que Matt Drudge aproveitou para dar mais um fôlego a Romney :)
Nuno Gouveia a 7 de Março de 2012 às 15:17

Entendo que, salvo uma catastrofe, Romney consolidou-se como candidato republicano ontem. Conseguiu 208 dos 404 delegados em disputa, e segundo o RCP sua vantagem sobre o segundo colocado era de 99 delegados antes da super-terça e agora é de 244.

É claro, a disputa se prolongorá por alguns meses ainda, pois Santorum e Gingrich não desistirão.

Eu vi ontem o discurso de Gingrich após sua vitória na Georgia. Ele falava como se já tivesse já sido escolhido candidato republicano. E dia 13, temos primárias no Alabama e Mississipi. Santorum pode ganhar nesses estados, mas a disputa entre ele e Gingrich será feroz, e dificilmente teremos um vencedor claro que poderá capitalizar essas vitórias em seu favor. A super-terça apenas acentuou a tendência de divisão entre as alas mais conservadoras do partido.

E, obviamente, Gingrich ou Santorum apenas desistiriam se estivessem realmente interessados em uma "causa" comum conservadora. Não me parece ser o caso. Continuar na disputa significa conseguir mais delegados que, no final, aumentam o poder politico e capacidade de barganha do candidato.

Nehemias
Nehemias a 7 de Março de 2012 às 17:26

Posso estar enganado mas parece-me que o Romney vai apanhar uma abada do Obama, ele nem os republicanos consegue convencer. O eleitorado americano já conhece as suas atitudes flip flop em que muda de opinião conforme o público alvo, por isso mesmo é que ele tem tido grandes dificuldades em garantir a nomeação, ele projecta uma grande imagem de falsidade e artificialismo. Juntado a isso um Obama já experimentado em grandes campanhas, com uma máquina bem oleada, uma capacidade de angariação de doacções que esmaga completamente qualquer um dos candidatos republicanos e uma lista de feitos durante o seu primeiro mandato (fez mais em 4 anos que Bush em 8), somente se a economia cair a pique é que Romney tem hipóteses.
HCarvalho a 8 de Março de 2012 às 16:03

Obama só vence se os americanos o considerarem o mal menor em relação ao candidato republicano e não pela sua "lista de feitos" porque essa não agrada à grande maioria do eleitorado.
FGomes a 8 de Março de 2012 às 18:36

Em destaque
José Gomes André

Investigador de Filosofia Política, redigiu tese de doutoramento sobre James Madison. Autor de "Sistema Político e Eleitoral Norte-Americano: um Roteiro" (Esfera do Caos, 2008). Escreve também no Delito de Opinião.
ver perfil
ver posts
Nuno Gouveia

Autor de uma tese de mestrado sobre as eleições presidenciais americanas de 2008. Escreve também no 31 da Armada e Cachimbo de Magritte.
ver perfil
ver posts
Alexandre Burmester

Define-se como um "ávido seguidor amador" da política americana, que acompanha há mais de 40 anos. As suas habilitações académicas situam-se na área da Língua e Literatura Inglesas e foi quadro de uma multinacional canadiana
ver perfil
ver posts
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog