01
Fev 12
publicado por Nuno Gouveia, às 00:58link do post | comentar

 

Erick Erickson, o influente blogger conservador do Red State e comentador da CNN, comentava há pouco no twitter que esta foi a primeira demonstração de força da equipa de Romney. Na verdade, Mitt Romney arrasou na Florida, com uma campanha agressiva que evidencia que talvez tenha o que é necessário para a brutalidade de uma campanha presidencial americana. Depois da derrota da Carolina do Sul, a imprensa foi inundada com artigos a questionar a capacidade de Romney para vencer estas primárias e defrontar Barack Obama. Esta vitória irá ajudar a mudar essa percepção. No próximo Sábado seguem-se os caucuses do Nevada, onde Romney venceu em 2008. Se a corrida não acabou esta noite (Gingrich já prometeu continuar até ao fim e Santorum e Paul também vão continuar), Romney deu um passo importante para convencer os mais descrentes, e se o próximo mês lhe der vitórias, como se prevê, pode ser que consiga fechar a questão da nomeação na super terça-feira, dia 6 de Março. 

 

Em relação aos resultados propriamente ditos, a esta hora ainda não resultados definitivos, mas Romney terá ganho com perto de 50 por cento dos votos, mais do que os votos conjuntos de Newt Gingrich e Rick Santorum. Ron Paul ficou em último lugar. 


Mais impressionante do que o "score" obtido por Romney, Nuno, são os seus números entre os "tea-partiers" (à frente de Gingrich) e os evangélicos (renhido com Gingrich).

Claro que o Tea Party é um movimento melhor caracterizado como uma "revolta de contribuintes" do que outra coisa qualquer, isto apesar das caricaturas de que tem sido alvo (pelos democratas nos E.U.A. - coisa compreensível - e pelo "komentariat" europeu - coisa já não tão compreensível, mas entendível)
Alexandre Burmester a 1 de Fevereiro de 2012 às 01:17

Em destaque
José Gomes André

Investigador de Filosofia Política, redigiu tese de doutoramento sobre James Madison. Autor de "Sistema Político e Eleitoral Norte-Americano: um Roteiro" (Esfera do Caos, 2008). Escreve também no Delito de Opinião.
ver perfil
ver posts
Nuno Gouveia

Autor de uma tese de mestrado sobre as eleições presidenciais americanas de 2008. Escreve também no 31 da Armada e Cachimbo de Magritte.
ver perfil
ver posts
Alexandre Burmester

Define-se como um "ávido seguidor amador" da política americana, que acompanha há mais de 40 anos. As suas habilitações académicas situam-se na área da Língua e Literatura Inglesas e foi quadro de uma multinacional canadiana
ver perfil
ver posts
arquivos
2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog