24
Jan 12
publicado por Nuno Gouveia, às 23:04link do post | comentar

The State of the Union Address é um dos rituais mais antigos da história da política americana. Começou com George Washington em 1790, foi descontinuado por Thomas Jefferson em 1801, que o considerava demasiado "monárquico", e regressou em 1913 pela voz de Woodrow Wilson. Nesse interregno, o discurso era apenas lido ao congresso. Este discurso envolve um ritual quase monástico, onde o Presidente é recebido em sessão conjunta do congresso. Vários destes discursos anuais tornaram-se peças de inegável interesse histórico*. Há um ano publiquei aqui uma lista dos dez discursos mais relevantes, onde se inclui o de George W. Bush em 2002, aquando do famoso discurso do "axis of evil". 

 

O discurso desta noite de Barack Obama irá marcar o arranque da campanha oficial para a sua recandidatura. Numa altura em que a sorte parece sorrir-lhe (a queda de Romney nas sondagens), Obama irá anunciar os principais vectores da sua campanha. Não espero grandes ataques direccionados aos republicanos (isso ficará para mais tarde), mas certamente haverá alusões ao papel da maioria republicana no congresso e às suas propostas económicas. Acredito que irá ser um discurso com um tom optimista e não esquecerá de ressalvar o enorme sucesso que foi a eliminação de Bin Laden. Não haverá grandes novidades, mas certamente valerá a pena acompanhar. Do lado republicano, a sempre díficil resposta oficial será da responsabilidade do governador do Indiana, Mitch Daniels. 

 

O discurso irá ser proferido a partir das 2h00 (de Lisboa). Em Portugal, sei que pelo menos a TVI24 irá acompanhar o discurso em directo, com comentários do Bernardo Pires de Lima.

 

* Aconselho também a leitura deste excelente apontamento do José Gomes André escrito em 2010


Em destaque
José Gomes André

Investigador de Filosofia Política, redigiu tese de doutoramento sobre James Madison. Autor de "Sistema Político e Eleitoral Norte-Americano: um Roteiro" (Esfera do Caos, 2008). Escreve também no Delito de Opinião.
ver perfil
ver posts
Nuno Gouveia

Autor de uma tese de mestrado sobre as eleições presidenciais americanas de 2008. Escreve também no 31 da Armada e Cachimbo de Magritte.
ver perfil
ver posts
Alexandre Burmester

Define-se como um "ávido seguidor amador" da política americana, que acompanha há mais de 40 anos. As suas habilitações académicas situam-se na área da Língua e Literatura Inglesas e foi quadro de uma multinacional canadiana
ver perfil
ver posts
arquivos
2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog