21
Dez 11
publicado por Nuno Gouveia, às 20:42link do post | comentar

Um europeu dificilmente compreende este aproveitamento das esposas numa campanha eleitoral. Mas nos Estados Unidos, é culturalmente e socialmente relevante esta participação política. E quando falamos numa campanha presidencial, as esposas ganham uma importância ainda maior. Esta semana foram lançados três anúncios nas televisões do Iowa de Mitt Romney, Rick Perry e Newt Gingrich com as suas esposas. As senhoras Romney e Perry aparecem sozinhas, enquanto Callista Gingrich aparece junto ao seu marido. Quem vencerá a batalha das esposas?

 

 


aquele não faz das esposas adereços: Ron Paul
Gabriel Silva a 21 de Dezembro de 2011 às 23:37

Gabriel,

Não sei se sabes, mas o Ron Paul até lançou um livro de cozinha com a esposa neste ciclo eleitoral e andou a distribui-lo no Iowa e noutros sitios. Será que isso pode ser considerado utilizar a esposa como adereço?

E a esposa tem andado em campanha com ele em alguns locais, tal como os restantes políticos americanos. Será que isso pode ser considerado utilizar a esposa como adereço?

sim, se fez isso, é uma forma de usar adereços ilegitimos.

A pessoa a eleger é um, não inclui familia. Aquilo não é monarquia, onde se tem de levar com o pacto familiar todo, porque precisamente legitimidade advem da familia e não do valor individual.

Eu concordo contigo. Mas pensar que apenas alguns candidatos o fazem é uma ilusão. Nenhum candidato prescinde de utilizar a sua família durante uma campanha eleitoral. Está enraizado na cultura política americana.

Um abraço.

Eu não vejo mal algum em um candidato apresentar-se com a sua família ao eleitorado. As pessoas não votam apenas em políticos, votam também em homens (ou mulheres). Só os "bacteriologicamente puros" europeus acham que as duas coisas devem (e podem) ser separadas.

Mas, seja como for, não nos esqueçamos de quem primeiramente, nos EUA, fez da sua cara metade um factor eleitoral: nada mais, nada menos que John F. Kennedy, um camdidato democrático.

Em destaque
José Gomes André

Investigador de Filosofia Política, redigiu tese de doutoramento sobre James Madison. Autor de "Sistema Político e Eleitoral Norte-Americano: um Roteiro" (Esfera do Caos, 2008). Escreve também no Delito de Opinião.
ver perfil
ver posts
Nuno Gouveia

Autor de uma tese de mestrado sobre as eleições presidenciais americanas de 2008. Escreve também no 31 da Armada e Cachimbo de Magritte.
ver perfil
ver posts
Alexandre Burmester

Define-se como um "ávido seguidor amador" da política americana, que acompanha há mais de 40 anos. As suas habilitações académicas situam-se na área da Língua e Literatura Inglesas e foi quadro de uma multinacional canadiana
ver perfil
ver posts
arquivos
2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog