22
Set 11
publicado por Nuno Gouveia, às 20:51link do post | comentar

foto retirada do twitter da Press Secretary de Mitt Romney

 

Nas campanhas nunca ficámos a conhecer verdadeiramente os candidatos. Aliás, diria mesmo que nunca conhecemos a personalidade daqueles em quem votamos. E na política americana, onde todos os aspectos da comunicação são estudados ao pormenor, nada do que assistimos durante uma campanha presidencial surge do ocaso. Todas as campanhas tentam apresentar-nos os candidatos da forma mais simples do mundo. Como se do nosso vizinho se tratasse. Hillary Clinton andou a beber shots de Whisky no New Hampshire e Barack Obama apareceu a beber cerveja em bares do Iowa. No fundo, estes políticos, muitos deles milionários, não são diferentes de nós. Essa é a mensagem que tentam vender. 

 

Mitt Romney, membro de uma poderosa família política do Michigan, formado em Harvard e com uma fortuna pessoal na ordem dos 200 milhões de dólares, tem utilizado essa estratégia. Sendo olhado com desconfiança por muitos na base republicana pelo seu elitismo, Romney tem sido visto a comer bastantes vezes fast-food e a viajar na Southwest, uma espécie de Ryan Air americana. Não digo que Romney não goste de fast-food ou não seja cliente regular de companhias de low cost. Mas o facto de o revelar ostensivamente durante a campanha denota que existe uma estratégia por trás disso. Podem ler mais sobre isto nesta peça do NY Times

 

PS: Hoje à noite, por volta das 2h00 (de Lisboa) a Fox News transmite mais um debate presidencial, desta vez patrocinado pela Google. O debate será moderado pele Brett Baier, Chris Wallace e pela excelente Megyn Kelly. 


Em destaque
José Gomes André

Investigador de Filosofia Política, redigiu tese de doutoramento sobre James Madison. Autor de "Sistema Político e Eleitoral Norte-Americano: um Roteiro" (Esfera do Caos, 2008). Escreve também no Delito de Opinião.
ver perfil
ver posts
Nuno Gouveia

Autor de uma tese de mestrado sobre as eleições presidenciais americanas de 2008. Escreve também no 31 da Armada e Cachimbo de Magritte.
ver perfil
ver posts
Alexandre Burmester

Define-se como um "ávido seguidor amador" da política americana, que acompanha há mais de 40 anos. As suas habilitações académicas situam-se na área da Língua e Literatura Inglesas e foi quadro de uma multinacional canadiana
ver perfil
ver posts
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog