27
Jun 11
publicado por Nuno Gouveia, às 18:59link do post | comentar

 

Michele Bachmann anunciou hoje a sua candidatura à nomeação republicana no Iowa. Congressista pelo Minnesota desde 2007, Bachmann seria a candidata de sonho para Barack Obama enfrentar em 2012. Conhecida pela sua retórica inflamada, pelo exagero das suas palavras e inconsistência nas suas posições ideológicas, Bachmann suscita muitas dúvidas no establishment republicano e poucos a consideram como uma candidata viável. Mas não se pense que não pode fazer estragos e deixar uma marca nestas primárias. Tem uma forte presença mediática, tem vindo a melhorar as suas intervenções públicas (o debate do New Hampshire foi prova disso) e tem uma legião de seguidores a nível nacional que a colocam como uma das preferidas do tea party.No ciclo eleitoral de 2010 arrecadou mais de 13 milhões de dólares em doações individuais, tendo sido a congressista que mais dinheiro angariou nos 50 estados.

 

Com a cada vez mais que provável ausência de Sarah Palin da corrida eleitoral, Bachmann tem sérias hipóteses de vencer no Iowa e transformar-se no Mike Huckabee deste ciclo eleitoral. Quem deve estar a sonhar com este cenário é Mitt Romney, que já anunciou que não vai competir seriamente no Iowa. Motivos de preocupação com ascensão de Bachmann? O também candidato do Minnesota, Tim Pawlenty, que teima em não deslocar nas sondagens, ele que necessita de obter um excelente resultado no Iowa (1º ou 2º) para ter uma hipótese.

 

Por fim, há ainda um dado histórico que vai contra Michele Bachmann. Até ao momento o últimoPresidente a ser eleito directamente da Câmara dos Representantes foi James Garfield em 1880. E desde 1912, o ano em que alguns estados começaram a ter primárias para escolher os nomeados, mais de 30 membros do congresso candidataram-se à nomeação dos seus partidos. Nenhum obteve a nomeação. 


Em destaque
José Gomes André

Investigador de Filosofia Política, redigiu tese de doutoramento sobre James Madison. Autor de "Sistema Político e Eleitoral Norte-Americano: um Roteiro" (Esfera do Caos, 2008). Escreve também no Delito de Opinião.
ver perfil
ver posts
Nuno Gouveia

Autor de uma tese de mestrado sobre as eleições presidenciais americanas de 2008. Escreve também no 31 da Armada e Cachimbo de Magritte.
ver perfil
ver posts
Alexandre Burmester

Define-se como um "ávido seguidor amador" da política americana, que acompanha há mais de 40 anos. As suas habilitações académicas situam-se na área da Língua e Literatura Inglesas e foi quadro de uma multinacional canadiana
ver perfil
ver posts
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog