14
Jun 11
publicado por Nuno Gouveia, às 00:01link do post | comentar

 

Anthony Weiner, até há bem pouco tempo uma das vozes mais populares da esquerda do Partido Democrata e favorito as eleições para Mayor de Nova Iorque em 2013, caiu em desgraça. Depois do escândalo que relatei aqui, as coisas pioraram muito para o congressista. Acusações de sociopata, mentiroso compulsivo e pedidos de demissão por parte de toda a liderança democrata. Depois de Nancy Pelosi, da chairwoman do DNC, Debbie Wasserman Schultz, hoje foi a vez do próprio Barack Obama pedir o seu afastamento. Num movimento muito particular em escândalos nos Estados Unidos, Weiner disse que ia pedir uma licença sem vencimento e "tratar" do seu problema com a ajuda de profissionais.

 

No entanto, a sua carreira política terminou. Pelo menos nos próximos anos. Mesmo que aguente até ao final do mandato e não se demita (improvável depois dos pedidos de demissão), o seu distrito irá desaparecer do mapa eleitoral. Nova Iorque perdeu dois congressistas e a legislatura estadual estava a estudar quais os dois que iria "apagar", sendo que havia o consenso que seria um democrata e um republicano. Sobre o distrito democrata a desaparecer, já não existem dúvidas. 

 

Este escândalo prejudicou o momento político para os Democratas. O partido nas últimas semanas tinha vindo a dominar o debate, com as acusações aos republicanos sobre plano de Paul Ryan. Mas tudo mudou com Weiner, agravado pelas más notícias da economia na semana passada. Além de ser uma distracção, permite que os republicanos mantenham-se na ofensiva na economia e os democratas, presos ao "caso Weiner", sem possibilidades de defesa. 


Os media devem estar a agradecer aos deuses para que o caso tenha sido com Weiner. Imagino a quantidade de trocadilhos... ;)

Não podia ter sido melhor. Os comediantes andam maravilhados :)
Nuno Gouveia a 14 de Junho de 2011 às 15:11

Em destaque
José Gomes André

Investigador de Filosofia Política, redigiu tese de doutoramento sobre James Madison. Autor de "Sistema Político e Eleitoral Norte-Americano: um Roteiro" (Esfera do Caos, 2008). Escreve também no Delito de Opinião.
ver perfil
ver posts
Nuno Gouveia

Autor de uma tese de mestrado sobre as eleições presidenciais americanas de 2008. Escreve também no 31 da Armada e Cachimbo de Magritte.
ver perfil
ver posts
Alexandre Burmester

Define-se como um "ávido seguidor amador" da política americana, que acompanha há mais de 40 anos. As suas habilitações académicas situam-se na área da Língua e Literatura Inglesas e foi quadro de uma multinacional canadiana
ver perfil
ver posts
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog