14
Abr 11
publicado por Nuno Gouveia, às 15:58link do post | comentar

O Presidente apresentou ontem o seu plano para equilibrar as contas públicas na próxima década. Num discurso em que atacou violentamente o plano republicano de Paul Ryan, Obama mostrou o seu caminho: aumento de impostos e cortes nas despesas federais em áreas como os subsídios à agricultura, segurança social e defesa. Os dados estão lançados para a discussão que irá consumir os próximos tempos em Washington. Obama nomeou ainda o VP Joe Biden para negociar com os republicanos o plano do orçamento para a próxima década. 

 

Curiosa a opção de Obama, que depois de ter virado ao centro desde as intercalares, faz nova guinada para a esquerda com este plano. Ambas as partes estão radicalizadas, e é evidente que terá de haver um acordo para o plano de redução do défice avançar. A partir daqui será a batalha pela opinião pública, com consequências evidentes no processo eleitoral de 2012. 


Em destaque
José Gomes André

Investigador de Filosofia Política, redigiu tese de doutoramento sobre James Madison. Autor de "Sistema Político e Eleitoral Norte-Americano: um Roteiro" (Esfera do Caos, 2008). Escreve também no Delito de Opinião.
ver perfil
ver posts
Nuno Gouveia

Autor de uma tese de mestrado sobre as eleições presidenciais americanas de 2008. Escreve também no 31 da Armada e Cachimbo de Magritte.
ver perfil
ver posts
Alexandre Burmester

Define-se como um "ávido seguidor amador" da política americana, que acompanha há mais de 40 anos. As suas habilitações académicas situam-se na área da Língua e Literatura Inglesas e foi quadro de uma multinacional canadiana
ver perfil
ver posts
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog